Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

sábado, 1 de março de 2014

NATURALMENTE



Há pouco o sol brilhava
e agora não brilha mais;
É assim todos os dias
embora não sejam iguais.
Há núvens, ventos e temporais...

Há pouco tu sorrias
e agora não sorrís mais;
São alternâncias da vida
mostrando do que é capaz:
- Nunca e sempre, jamais !

Há pouco eu pensava em anjos
e agora veio o Satanás
me tentando, oferecendo, me dando
conselhos e presentes especiais.
Apenas sorrí. Me deixou em paz...

Há pouco pensei em você
e nessas coisas tão normais.
Senti saudades dum tempo
que nos misturávamos aos casais.
Pensamentos naturais...
                           

                                 Posse - Petrópolis. Carnaval 2014.

Comentários:
Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira 
 
Naturalmente, Belo!
Adorei...!
Beijos
Comentário de Sílvia Mota
 
Um belo poema, assim... natural...
Beijossssssssssss
Comentário de Marcial Salaverry 
 
Com pensamentos naturais, é melhor para viver a vida...
Vamos asism vivendo, e levando a vida como ela pode ser vivida...
Abraços poetoparabenizatorios por teu belo poema..
Marcial

Um comentário:

  1. São estas as alternâncias de nossas vidas, expostas em belos versos!
    Beijos, Paulo!
    Petuninha

    ResponderExcluir